CEMEF’s 2012 | 3.ª Fase de inscrições

A 3ª e última fase dos CEMEF’s está a chegar, entre 19 a 22 de Junho! Mais de 600 colegas teus já se inscreveram nos Curtos Estágios Médicos em Férias! E tu? O que esperas?

E desta vez não há sorteio! Se quiseres uma vaga, basta escolheres e ficas automaticamente colocado.
Como te podes inscrever?

1 Vais a http://cemefs.anem.pt e consulta o mapa de vagas;
2 Preenches o formulário de inscrição online, no qual selecionas a vaga que pretendes;
3 Essa vaga passa automaticamente a ser tua;
4 Tens dois dias úteis para te dirigires à tua AE/Núcleo para validar a tua colocação, ou seja, entregar o Termo de Responsabilidade (disponível no site da ANEM para download – separador Ficheiros) e efetuar o pagamento das taxas de Inscrição e Caução.

Atenção:

- As inscrições começam no dia 18 de Junho, às 00h01 e são por ordem de inscrição.
– As colocações só serão consideradas válidas caso te dirijas à tua AE/Núcleo, nos 2 dias úteis seguintes, para pagares e entregares o Termo de Responsabilidade. Caso não o faças, a vaga será automaticamente perdida. Para tal o Atendimento do NEM/AAC estará, exceptionalmente, aberto nas próximas quarta e sexta-feira, a partir das 14 horas.

Dúvidas? Envia mail para cemefs@anem.pt

Inscreve-te já!
Não percas a última oportunidade de participares nos CEMEF’s!

Versão original em
http://www.nemaac.net/2012/06/cemefs-2012-3-a-fase-de-inscricoes/

Saudações Académicas,
NEM/AAC

Margarida Robalo

Acção pelo Futuro dos Estudantes de Medicina

Na próxima Quinta-feira, dia 31 de Maio, os estudantes de Medicina vão mobilizar-se e expressar, de forma simbólica, a sua posição relativamente à situação da formação médica. Junta-te a nós na defesa do Internato Médico!

Temos transporte GRATUITO planeado com almoço incluído!

Por questões logísticas (para reservarmos autocarros e tratarmos do almoço), pedimos que se caso estejam interessados em ir, se inscrevam abaixo!

INSCREVE-TE ATRAVÉS DO SITE DO NEM/AAC

Lê o texto abaixo que diz tudo o que precisas de saber!

Contamos contigo!


“O atual regime de internato médico está em processo de revisão. Foi criado um grupo de trabalho pelo Governo que juntou vários peritos relacionados com o internato médico. O objectivo deste grupo é apresentar um conjunto de recomendações sobre alterações a serem implementadas na formação médica pós-graduada, de acordo com o despacho 16696/2011. A ANEM teve a oportunidade de ser ouvida neste grupo, apesar de não o integrar plenamente.

Aproxima-se agora um período de regulamentação e implementação das recomendações, de acordo com a visão do Ministério da Saúde sobre este assunto. A negociação com as partes envolvidas será uma componente essencial deste processo e, como tal, é essencial garantir que todos os estudantes de Medicina, futuros médicos do País e principais interessados na formação médica pós-graduada, sejam ouvidos.

Por outro lado, é consensual que durante os últimos anos a política de definição do numerus clausus para acesso ao curso de Medicina foi irresponsável e não incluiu um planeamento da formação que assegurasse a possibilidade de todos os estudantes completarem a sua formação e prosseguirem para o internato médico. No entanto, o problema não reside só no facto de o número de estudantes exceder a capacidade formativa do Sistema de Saúde, existe também a possibilidade de se desinvestir na formação médica, limitando o número de vagas que são abertas, apesar da existência de capacidade formativa e deixando mais recém-diplomados fora da possibilidade de exercerem a sua profissão.

Está na altura dos estudantes de Medicina se unirem e se expressarem como parte integrante e importante da Sociedade. Nós somos os futuros médicos do País e preparamo-nos diariamente para tornar os cuidados de saúde cada vez mais humanos e mais centrados nos doentes.

O futuro da nossa formação tem de ser decidido connosco. Não podem deixar que sejam criadas barreiras à nossa formação e não podemos deixar que nos impeçam de trabalhar e contribuir para a Saúde em Portugal.

Que mensagem vamos passar?
Só vamos ser ouvidos se a opinião pública nos conhecer e compreender os nossos problemas. A nossa mensagem tem de ser simples e clara, para que não seja mal interpretada e para que qualquer um se possa identificar com ela.
Vamos mostrar quem somos e as nossas expectativas: Somos estudantes de Medicina e queremos ser médicos, queremos completar a nossa formação, queremos um internato. São expectativas legítimas de quem entra no curso de Medicina.

A mensagem em 3 pontos:

Só se é médico completo com um internato (=especialidade) após o curso de Medicina;

Quando acabamos o curso, não completamos a nossa formação, somos “pré-médicos”;

Sem o devido planeamento, um aumento no número de vagas para os cursos de Medicina, não significa mais médicos no País!

Como vamos agir?
Vamos expressar-nos de forma pacífica. Queremos mostrar quem somos e quantos somos. Vamos reunir-nos, de bata e devidamente identificados, à porta do Ministério da Saúde, e criar uma “simbólica” fila de espera pelo internato médico. Vamos relembrar ao Governo o que é esperado do Ministério da Saúde no que diz respeito à formação médica. Espera-se qualidade e espera-se acesso. Não deve o Governo criar barreiras de acesso à profissão, para quem já iniciou a sua formação.

Esta fila de espera será no dia 31 de Maio pelas 16h, à porta do Ministério da Saúde, Av. João Crisóstomo, Lisboa.

Mantêm-te atento e informa-te junto da tua AE/Núcleo como tu e os teus colegas podem juntar-se a esta iniciativa.

Porquê no dia 31 de Maio?
No dia 30 de Maio será concluído o relatório do Grupo de Trabalho de revisão do Regime do Internato Médico e iniciar-se-à o processo de regulamentação e implementação do mesmo. Queremos ser ouvidos neste processo e queremos que a opinião pública conheça a nossa realidade. Mais tarde será tarde de mais, não só porque perderemos a janela de oportunidade, mas também porque estaremos dedicados ao nosso estudo.

O que não vai ser esta ação?
Esta ação não vai ser uma “manif”, não vai ser uma marcha negra e com faixas reinvidicativas. Somos estudantes de Medicina e os futuros médicos deste País. Nós queremos ser uma fonte de segurança e de inspiração para a população e o que nós defendemos é que não nos limitem a possibilidade de o ser.

O que Eu posso fazer?
Participar nesta discussão falando com os meus colegas e amigos sobre esta situação e adicionando-os ao grupo da ANEM no Facebook.
Assinar a petição da ANEM que pede o direito ao internato médico após o curso de medicina e a articulação entre a formação pré-graduada e pós-graduada e falar com as pessoas que te rodeiam sobre ela pedindo a sua assinatura.
Falar com os meus colegas sobre esta ação de dia 31 de Maio e incentivá-los a participar também.”

Versão original em
http://www.nemaac.net/2012/05/accao-pelo-futuro-dos-estudantes-de-medicina/

Saudações Académicas,
NEM/AAC

Margarida Robalo

CEMEF’s 2012 | 2.ª Fase de inscrições

As férias estão a chegar. E se as aproveitasses com os CEMEF’s?

Com os CEMEF’s podes passar 2 semanas num Hospital ou Centro de Saúde nacionais à tua escolha!

Podes escolher entre os seguintes períodos de estágios:

· Período 1:16-27 de julho;
· Período 2:30 julho -10 de agosto;
· Período 3:13 – 24 agosto;
· Período 4:27 agosto – 7 setembro;

Em 2011, mais de 700 colegas agarraram esta oportunidade! Este verão, segue-lhes o exemplo!

Descobre tudo sobre os CEMEF’s e consulta o Regulamento em www.anem.pt no separador estágios em férias e faz a mala!

Tens dúvidas? Envia um e-mail para cemefs@anem.pt

Versão original em
http://www.nemaac.net/2012/05/cemefs-2012-2-a-fase-de-inscricoes/

Saudações Académicas,
NEM/AAC

Margarida Robalo

Petição pelo “Futuro dos Estudantes de Medicina

mudança e a evolução têm sido constantes ao longo da história e atualmente vive-se um dos períodos em que mais alterações estão a ocorrer aos mais variados níveis.

Como tal, a ANEM decidiu elaborar uma Petição pelo planeamento integrado da formação em Medicina para entregar na Assembleia da República, de modo a adequar as capacidades formativas das Escolas Médicas às capacidades formativas pós-graduadas (internato médico).
Consideramos que o Internato Médico é obrigatório para a formação com qualidade de um médico e que todos os recém-diplomados em Medicina devem ter a possibilidade de ingressar no Internato e completar a sua formação como médicos.
Deste modo, é necessário que esta petição seja subscrita por 4000 cidadãos para poder ser apresentada e discutida na Assembleia da República. Como tal, a teu envolvimento neste processo é fundamental!Se és estudante de Medicina, junta-te a nós no nosso grupo do Facebook, esclarece as tuas dúvidas, assina esta petição junto da tua Associação ou Núcleo de Estudantes e passa a palavra.”

 

A petição estará disponível para assinar no atendimento do NEM/AAC a partir da próxima segunda-feira dia 26 de Maio e passará nas aulas teóricas dos diversos anos durante a próxima semana. Podes desde já lê-la aqui.

 

Isto é o teu futuro e de todos os estudantes de Medicina! Vais mesmo ficar indiferente?

 

Versão original em
http://www.nemaac.net/2012/05/peticao-pelo-futuro-dos-estudantes-de-medicina/

Saudações Académicas,
NEM/AAC

Margarida Robalo

Portugal precisa de SANGUE JOVEM!

 

O sangue tem procura constante e tempo de armazenamento limitado. A ANEM e os Estudantes de Medicina sabem que a dádiva de ser dador de sangue salva vidas. O Instituto Português de Sangue e da Transplantação (IPST) registou no início deste ano uma diminuição de 30% de doações em relação ao mesmo mês de 2011. Apesar do contributo de vários dadores ter constituído uma ajuda preciosa, as doações continuam a ser uma necessidade premente.

Assim, a ANEM propõe-se a organizar uma campanha de sensibilização para a dádiva de sangue a nível nacional.

Precisamos de voluntários que nos ajudem a fortalecer este apelo.

Portugal precisa de sangue jovem: figurativo e real!

ECS-UM – 25 de Maio
FMUP – 23 de Maio
ICBAS – 23 de Maio
FCS-UBI – 22 de Maio
FMUC – 24 de Maio
FCMUNL – 23 de Maio
FML – 22 de Maio

 

Inscreve-te em
http://www.anem.pt/eventos/?m=3&d=77
Cada voluntário irá receber uma t-shirt amarela que o identifique e terá ao seu dispor panefletos para distribuir às populações. A campanha decorrerá nos hospitais e escolas médicas.

Para mais informações acerca da campanha em Coimbra, fala comigo, Rita Ataíde – 919811350 ou ritataide@gmail.com

 

Versão original em
http://www.nemaac.net/2012/05/portugal-precisa-de-sangue-jovem/

Saudações Académicas,
NEM/AAC

Margarida Robalo